domingo, 30 de junho de 2013

¬¬ Elaborando um Novo Sistema de Mobilidade Por Ônibus na Soteropólis de Hoje

Começando pela padronização visual:


Determinei que cada tipo de linha teria os ônibus pintados de uma cor, vamos lá:

As linhas diretas: Bairro / Centro

Os ônibus seriam Azuis

As linhas C.A.B: Origem/CAB

Os ônibus seriam Vermelhos

As linhas Interbairros: Bairro/Bairro

Os ônibus seriam Amarelos

As linhas Circulares:

Os ônibus seriam Verdes

As linhas Gratuitas:

Os ônibus seriam Marrons



Apresentação, nesse sistema com padronização visual, priorizaremos linhas diretas, CAB Direto, Integração Temporal e a Desativação da Estação Pirajá:

Vamos falar das linhas CAB:

As linhas CAB, são bairros que seguem pro CAB de maneira como se fosse uma linha comum, sem ser horária, roda o dia todo.

As linhas CAB, desenvolvi com o objetivo de limar as linhas horárias pro CAB e transformar em linhas definitivas, mas muitas coisas foram alteradas, então veja agora como fica o quadro das linhas CAB:



Vocês viram que as linhas CAB abusam de um código diferente;

Explicando:

Atualmente os códigos soteropolitanos possuem 4 digitos, pra manter a tradição da cidade, os 4 digitos serão mantidos, porém a ordem será diferente:

O número final que indentificará a região, não haverá 16 áreas, serão reduzidas, criando se assim uma limitação!

Mas esses códigos novos só valerão para as linhas diretas, Bairro / Centro (as linhas ligando o Bairro com a Ribeira também estão em carater de linha Bairro / Centro)

Vamos as compreensões:

códigos com final 0 = Mussurunga/São Cristóvão
códigos com final 1 = Centro/Barra/Brotas
códigos com final 2 = Itapagipe/Liberdade
códigos com final 3 = São Caetano/Pirajá/Fazenda Grande do Retiro
códigos com final 4 = Valéria
códigos com final 5 = Cajazeiras
códigos com final 6 = Rio Vermelho/Pituba
códigos com final 7 = Itapuã/Boca do Rio
códigos com final 8 = Pau da Lima
códigos com final 9 = Tancredo Neves/Cabula/Sussuarana/Mata Escura

Outra determinação, mesmo valendo o número final nos códigos, as linhas só poderiam ter códigos iniciados por 0 e 1


As linhas C.A.B

Seriam representadas pelo código:


CABxxx

As linhas interbairros os códigos terminariam com a letra 'I': xxxI

As linhas Gratuitas terminariam com a letra 'G': xxxG

As linhas circulares são representadas pelo código:

Cxxx


Bom, sobre as linhas interbairros, não foram elaboradas linhas interbairros ainda, por que seria uma necessidade que só descobriria com o decorrer desse novo sistema implantado, o novo sistema de amarelinhos também não foram criados pelo mesmo motivo.

Linhas Gratuitas em Pauta:

Linhas Gratuitas:

010G CAB Circular
020G Circular Rótula da Feirinha
030G Cicular Hospital Roberto Santos


Agora vamos falar das linhas diretas, o que são elas?


Nada mais nada menos é um sistema que priorize linhas diretas, só que assim, cada destino central, deverá obedecer uma série de fatores, como o roteiro, haveria uma padronização de roteiros, vamos ao grosso:

Linhas para Pituba = Via Caminho das Árvores/Paulo VI, Território Guaporé, retorno no Itaigara, voltando pela Paulo VI / Caminho das Árvores pegando a Avenida T.Neves para fazer o retorno

Linhas para o Rio Vermelho = Pegariam a Avenida T.Neves/ Magalhães Neto/Octávio Mangabeira/Manoel Dias até a Rua da Paciência, na volta pegando um pedaço da Avenida Anida Garibalde, passando pelas sinaleiras da Antiga Coca Cola e pegando a Conselheiro Luiz, pra pegar a Octávio Mangabeira do Amaralina até o Jardim dos Namorados e seguir pela Magalhães Neto pra Avenida T.Neves

Linhas para a Ondina = Pegariam a Avenida ACM/Juracy Magalhães/Lucaia/Garibaldi (fazendo retorno)/Ademar de Barros/ Avenida Presidente Vargas (retorno na entrada do Sabino Silva), Avenida Oceânica, Ademar de Barros, Avenida Garibaldi/Lucaia/Juracy Magalhães/Avenida ACM

Linhas para o Campo Grande = Avenida da França (Comércio), Praça da Inglaterra, Motanha, Avenida Carlos Gomes, Avenida Sete de Setembro, Praça Dois de Julho, Rua Gamboa de Cima, Contorno

Linhas para Costa Azul/Aeroclube/STIEP = Detalhando


Esse Trio pegaria a Avenida Jorge Amado no Imbuí e já sairia na Avenida Octávio Mangabeira, mas cada um teria seu diferencial, ex:


Se fosse pro Aeroclube, faria a volta no retorno um pouco depois da entrada do Centro de Convenções;
Se fosse pro Stiep, iria pelo Centro de Convenções, sentido FIB, faria o retorno no Vale dos Rios e voltaria pra Avenida Octávio Mangabeira, retorno na primeira curva que puder;
Se fosse pro Costa Azul, entrava na Rua Arthur de Azevedo Machado, faria o retorno no Empresarial Tancredo Neves, voltando assim pela Rua de Arthur de Azevedo Machado, pegando o Parque Costa Azul, saindo na Octávio Mangabeira, fazendo o Rertorno no Jardim dos Namorados;


Daí está bem, já sabemos que existe o retorno, então, elas voltariam pelo mesmo intinerário, só que inverso, Octávio Mangabeira, Avenida Jorge Amado, desmembrando na Avenida Paralela


Linhas para a Barra = Pegariam toda a Avenida Centenário

Linhas para Vale do Canela/Graça = Avenida Reitor Miguel Calmom

Linhas para Ribeira = com exceção das linhas do Subúrbio Ferroviário, todas deveriam pegar a Avenida San Martin, na Ribeira teriam que fazer um rodizio, se fosse pelo Caminho de Areia, voltaria pelo Dendezeiros, se fosse pelo Dendenzeiros, voltaria pelo Caminho de Areia e vice-versa;

Linhas para Itapuã = Avenida Professor Pinto de Aguiar

Linhas pra Estação da Lapa = Bonocô

Linhas pra Barroquinha = Sem Exigências

Todas as linhas com os destinos diretos citados acima teriam que operar com veículos alongados de 13,2M


Como faria para regiões de origens das linhas tivessem melhor agilidade nas linhas:

Linhas de Cajazeiras e Castelo Branco, iriam pela BR-324
Linhas do aglomerado de Sussuarana (Novo Horizonte, Sussuarana Velha e Sussuarana Nova) seguiriam pela Avenida Paralela
Linhas do Eixo (Arenoso/Cabula VI/Narandiba/Doron) seguiriam pela Avenida Paralela
Linhas dos bairro Tancredo Neves poderia ter até variações em R1 e R2 roteiros diretos, tanto pela Narandiba/Avenida Paralela, quanto pela Estrada das Barreiras/Rua Silveira Martins/Rótula do Abacaxi
Linhas da Mata Escura/Jardim Santo Inácio teriam as opções de seguir pela BR-324/Avenida Paralela/Estrada das Barreiras e Cabula
Linhas de Pirajá seguiriam pela BR-324
Linhas de todo aglomerado da Avenida Suburbana (Suburbio Ferroviário) poderiam ter variações R1 e R2


Devido à esse projeto, muitas linhas que existem hoje fazendo o papel de cumprir demandas secundárias simplesmente seriam limadas, pra isso teria uma ampliação no serviço de Amarelinho.

Fora que teriam também as linhas interbairros, que seriam linhas ligando bairro comum a bairro comum, operadas por empresas de ônibus que ficariam com esse seguimento, também teria espaço para as cooperativas, o STEC seria uma delas.

As linhas das cooperativas teriam que operar com Midi de 10M, Ônibus curtos de 11M e Ônibus normais de 12M para linhas mais longas e de maiores demandas;
as linhas interbairros operariam com ônibus alongados de 12,6M;

Com esse novo sistema, linhas circulares seriam criadas para atender grandes regiões e adjacências:

Mostro aqui algumas delas:

1601 Barra - Tancredo Neves/Cabula R1
1701 Barra - Cabula/Tancredo Neves R2
1801 Barra - Cajazeiras R1
1901 Barra - Cajazeiras R2

Para cobrir a demanda das regiões, essas linhas operaria com ônibus trucados de 14,4M

No sistema não teria ônibus articulados, afinal, esse tipo de ônibus requer uma infra-estrutura maior para operar nos bairros, fora os custos de manutenção, sem contar que com um sistema melhor no desenvolvimento das linhas não precisaria de tantos exageros.

Determinações:

Os ônibus teriam que ter apenas
1 boxe para cadeirante e cego com cão guia, 1 banco para obesos (que pelo tamanho, vale por 2), mais 9 cadeiras reservadas para idosos

Os ônibus só possuiriam 2 portas, com o EDF na traseira e entrada na traseira também.

Determinação de quantidade de bancos pra cada tipo de ônibus(bruto):

1 Midi (10M) = 30 bancos
1 ônibus curto (11M) = 38 bancos
1 ônibus normal (12M) = 42 bancos
1 ônibus alongado (12,6M) = 47 bancos
1 ônibus alongado (13,2M) = 52 bancos
1 ônibus trucado (14,4M) = 58 bancos



Informações nos Ônibus:

Bandeira Frontal: 
Informação dos códigos com Origem/Destino

Bandeira Auxiliar Frontal: Principais vias que a Linha passa

Bandeira Auxiliar lateral: O roteiro
Traseira: Informação do Código


Detalhe que todas essas bandeiras seriam digitais brancas, para melhor visualização.

Falamos das linhas Circulares, bom, já citamos 4 linhas e iremos citar as outras e essas 4 novamente, vejam a lista:


Com exceção dessas linhas circulares, as outras operariam com códigos diferente das linhas diretas:

C001 Orla Circular

Origem: Praia do Flamengo
Destino: Farol da Barra
Quantidade de Ônibus: 6
Frequência: 20 minutos

C002 Circular Baía de Todos os Santos

Origem: Base Naval
Destino: Barra
Passando na Ribeira na ida e na Volta
Quantidade de Ônibus: 12
Frequência: 15 minutos

C005 Circular Paralela/Orla R1 (via Rio Vermelho)
Origem: Aeroporto
Roteiro: Aeroporto, Dorival Cayme, Avenida Paralela, Avenida T.Neves, Viaduto Raul Seixas, Avenida ACM, Juracy Magalhães, Lucaia, Rio Vermelho, Orla, Avenida Dorival Cayme, Aeroporto
Quantidade de Ônibus: 8
Frequência: 15 minutos

C006 Circular Orla/Paralela R2
Origem: Aeroporto
Roteiro: Inverso da C005
Quantidade de Ônibus: 8
Frequência: 15 minutos

C009 Circular Paralela/BR R1
Origem: Estação Mussurunga
Roteiro: Paralela, Avenida T.Neves, Avenida ACM, Rótula do Abacaxi, Avenida Barros Reis, Retiro, BR 324, Viaduto de Águas Claras, BR, Retiro, Avenida Luiz Eduardo Magalhães, Paralela
Quantidade de Ônibus: 6
Frequência: 20 minutos

C010: Circular Paralela BR R2
Origem: Estação Mussurunga
Roteiro: Inverso da C009
Quantidade de Ônibus: 6
Frequência: 20 minutos


Agora vamos a parte final, a integração:

Informações:


Paradas Informatizadas, informando quais linhas param, tempo médio de cada uma delas, quando passará o próximo ônibus da linha esperada.

Integração:

O sistema de integração por terminais praticamente não existiria, pois nesse projeto a Estação Pirajá seria desativada, dando espaço as linhas diretas nos bairros e circulares na cidade, enfim, apenas a Estação Mussurunga continuaria na ativa, atendendo apenas a localidade de Mussurunga;

O sistema de integração seria temporal;

Existiria as carteiras estudantil (Correspondente ao Salvador Card - Meia Passagem);
e carteiras do cidadão (que qualquer um poderia ter, correspondente ao Salvador - Bilhete Avulso/Vale Transporte [que é o transporte fornecido por empresas de porte estável])


As carteirinhas estudantil pagariam uma taxa de R$ 87,00 mensais
As carteirinhas do cidadão seriam recarregável, poderia comprar uma unidade ou até mais, e também possuiria as promoções, pague 2 e ganhe 3, assim se você pagasse 10 unidades, você ganharia 15 unidades


Para quem possui a carteirinha estudantil, a integração temporal não valeria tanto, pois já pagam antecipadamente pelas tarifas do mês todo, mas pra quem tem o cartão cidadão, a integração temporal seria efetiva;

Você pagaria 1 unidade, com intervalo de 4 horas pra fazer uma integração em outra linha sem pagando apenas 1 passagem;


Por isso não teria precisão do sistema por terminal de integração, pois este sistema visa, concentrar a demanda de toda uma região em um terminal, com linhas alimentadoras, pois no terminal terá linhas troncais, mas com o tempo, a demanda só tende a crescer, mesmo com inúmeros terminais de integração instalado na cidade, mas a demanda aumenta gradativamente.

Daí vem a ideia de desenvolver linhas diretas dos bairros com trechos pré-determinados, visando a integração temporal.

Pois se você tem uma maneira de se integrar pegando dois ônibus sem muito sufoco, não teria porque de ir num terminal de integração.


Bom, quaisquer palpite é só comentar aqui no blog, nem tudo foi agilizado, mas o grosso é esse.

No meu conceito, melhoraria bastante, acompanhado de um bom sistema de Transporte de Massa, o metrô.

Enfim, fico por aqui, com mais essa criatividade...

Prorrogação aqui:

Pra deixar mais claro: Eu esqueci de especificar que uma empresa que rodasse em um tipo de linha, não poderia rodar outro tipo...

Até mais...

Um comentário:

  1. Do you love Coke or Pepsi?
    ANSWER THE POLL and you could receive a prepaid VISA gift card!

    ResponderExcluir